Monitoramento e desempenho de processos em nuvem

Monitoramento e desempenho de processos em nuvem

Monitoramento e desempenho de processos em nuvem

Monitoramento e desempenho de processos em nuvem

O constante desenvolvimento da tecnologia rendeu muitas novas maneiras de gerir um negócio, simplificando e qualificando muitos processos de trabalho de um escritório ou empresa.

Dos últimos anos para cá, muitas empresas têm apostado na contratação de um serviço de nuvem para armazenar e locar seus arquivos, documentos e sistema de gestão.
O serviço em nuvem, ou cloud service, é uma forma de hospedar sites, aplicativos, documentos e arquivos em um único espaço.

As maiores vantagens são a flexibilidade e facilidade de acesso, já que você pode conectar de quaisquer aparelhos (notebook, dispositivos móveis, etc.), agilidade no acesso e alta disponibilidade.
A capacidade da nuvem pode fazer com que o processo de trabalho de uma empresa seja melhorado, aumentando o rendimento e o desempenho.

O sistema de gestão, também conhecido como ERP, é essencial para que um negócio funcione perfeitamente, no entanto, necessita de um grande trabalho do setor de TI da empresa para que o sistema não tenha quedas constantes e o usuário, neste caso o funcionário, não seja prejudicado por um sistema lento ou com falhas que podem significar, até mesmo, perda de desempenho e faturamento.

Por isso, ao contratar um serviço de nuvem, certifique-se de que ele terá capacidade para operar o seu ERP, garantindo o bom funcionamento do fluxo de trabalho.

O monitoramento

Para garantir que o seu serviço de nuvem está operando com o máximo da sua capacidade, algumas dicas de monitoramento do desempenho são importantes e devem ser feitas constantemente pela equipe de TI. Aplicando estas medidas corretamente, é possível garantir que sua infraestrutura está apta para rodar o seu sistema de gestão.

O primeiro passo do monitoramento do serviço de nuvem é localizar possíveis gargalos. Mesmo quando se tem um serviço de nuvem de alta capacidade, alguns problemas de insuficiência podem ocorrer.

Isso pode acontecer se os funcionários estiverem utilizando a rede para finalidade de outros serviços, que não necessariamente podem estar ligadas a finalidade do seu negócio, como por exemplo, o uso de streaming de música ou de download de arquivos mais pesados.

Implantar controles de acesso pode ser uma solução para que a sua nuvem não fique sobrecarregada.

Ferramentas e disponibilidade

Outro passo é priorizar o uso de links. Os sistemas de gestão são fundamentais para os gestores controlarem suas empresas, assim, muitas ferramentas podem priorizar em qual parte do sistema deve estar disponível a maior capacidade do serviço de nuvem, evitando assim algum tipo de erro ou falha por falta de capacidade.

O balanceamento dos links visa fornecer um desempenho maior para alguns fluxos de trabalhos que são mais importantes que outro, na visão geral da empresa.Essa tática é muito útil para empresas de médio e grande porte.

Por fim, é preciso avaliar a sua banda disponível. O monitoramento constante faz com que a gente saiba onde o possível problema pode acontecer.

Se o seu serviço de nuvem está operando com dificuldade mesmo após as medidas implantadas, é possível que a falha venha da capacidade do sinal da internet que está disponível na sua região, sendo insuficiente para o bom funcionamento da nuvem e do ERP.

Se for o caso, estude ampliar o serviço contratado ou mesmo implementar um novo link, com maior capacidade de operação.

Veja outros artigos em nosso blog

Print Friendly